• Il Borro

Il Borro

Itália
Ano de criação:
1993

Em 1985, Ferruccio Ferragamo começou a fazer da vila Il Borro, aos pés do Monte Pratomagno, em Valdarno, na Toscana, seu refúgio de férias. Trata-se de um cenário histórico – um castelo fortificado do século 12 com uma aldeia de casas de pedras, vales exuberantes, vinhedos, oliveiras e ciprestes a perder de vista e campos decorados com girassóis. A atmosfera bucólica conquistou o CEO da grife Ferragamo e, em 1993, ele comprou os 700 hectares da propriedade, incluindo a vila e a casa de campo que tinham sido parcialmente destruídas por uma bomba na Segunda Grande Guerra.

Ferruccio capitaneou a recuperação desse patrimônio, que já pertencera a famílias renomadas, como Pazzi, Medici Tornaquinci e Savoia, transformando a Il Borro em um resort de luxo com uma produção de vinhos próprios, elaborados em uma adega cavada no subsolo, cuja estrutura remonta à era medieval.

O terroir de Il Borro, na denominação de origem Val d’Arno di Sopra DOC (criada em 2011), é conhecido por ter sido o local onde aconteceram os primeiros experimentos que deram origem ao vinho Chianti. Os vinhedos atuais da propriedade começaram a ser plantados em 1995 de acordo com um estudo que identificou as melhores variedades para seus diferentes microclimas. Os 45 hectares de vinha exibem as uvas Merlot, Cabernet Sauvignon, Syrah, Petit Verdot, Sangiovese e Chardonnay, plantadas entre 300 e 500 metros de altitude. Entre 2007 e 2015, a Il Borro converteu todos os vinhedos em orgânicos e também investiu em técnicas da biodinâmica com a intenção de tornar seu território o mais puro possível.

O primeiro vinho lançado por Ferruccio Ferragamo foi o Il Borro 1999, no ano de 2003. É o cartão de visita do produtor. Elaborado com Merlot, Cabernet Sauvignon e Syrah, trata-se de um legítimo supertoscano. O Pian di Nova (Syrah e Sangiovese) surgiu em seguida, consolidando-se entre os grandes tintos da Toscana. O Polissena, um tinto 100% Sangiovese, presta homenagem à emblemática cepa da Toscana. Já o Lamelle, o único branco no portfólio da Il Borro, é um Chardonnay rico, frutado e, ao mesmo tempo, delicado.

Essa vila medieval na Toscana, próxima aos cenários retratados por Leonardo Da Vinci, foi transformada em um oásis de enoturismo pela família Ferragamo, um dos sobrenomes sonantes do mundo fashion

FOTOS E VÍDEOS