Masi Tupungato

Argentina / Mendoza

Ano de criação: 1990

Acesse: http://www.masitupungato.com


Masi Agricola, vinícola de referência da região italiana do Vêneto, atravessou meridianos e paralelos e levou sua expertise além-mar, instalando-se nas altitudes de Mendoza para elaborar tintos e brancos de “alma argentina, estilo vêneto”– esta é a filosofia que guia sua unidade Masi Tupungato.

A famosa região sul-americana conquistou a família Boscaini, proprietária da Masi Agricola e líder na produção de Amarone, por ser um território vitivinícola de excelência – com condições excepcionais também para o cultivo das variedades de uva do Vêneto, como a Corvina e a Pinot Grigio. Outra característica que chamou a atenção dos Boscaini foi a possibilidade de criar um projeto sustentável, baseado no cultivo orgânico, já que o clima seco de Mendoza permite esse modo de produção.

Instalada em La Arboleda, Tupungato, no sonante Vale do Uco, a Masi Tupungato começou a ser concretizada em 1990 com a plantação dos primeiros vinhedos entre 950 e 1050 metros de altitude, em um solo pedregoso, composto de areia e calcário e com bom conteúdo de minerais. Atualmente, as vinhas, que seguem a viticultura orgânica, preenchem 100 hectares, sendo 80% de variedades tintas e 20% de brancas. As uvas italianas Corvina (a cepa tinta mais importante do Vêneto, responsável pelo caráter do cobiçado Amarone) e a popular cepa branca Pinot Grigio dividem espaço com as emblemáticas uvas cultivadas na Argentina – Malbec e Torrontés.

Os primeiros vinhos chegaram ao mercado no início do século XXI e logo surpreenderam por se mostrarem diferentes, mais refinados do que os tintos e brancos alcoólicos, intensos e encorpados que predominam na Argentina. Masi empregou também nos vinhos que elabora em Mendoza sua expertise em appassimento – que consiste em deixar os cachos de uvas em esteiras de bambu após a colheita, durante os meses de inverno, para desidratarem e, assim, concentrarem aromas e sabores. É uma técnica nativa do Vêneto na qual a Masi é grande especialista e que foi possível ser replicada na América do Sul graças às condições particulares da região de Mendoza. Com isso, Masi Tupungato apresentou ao mundo tintos e brancos originais – diferentes de tudo o que você pode esperar dos vinhos argentinos.

Masi Tupungato possui ao todo 140 hectares de área, sendo 100 hectares de vinhedos orgânicos, certificados desde a safra 2015. No Brasil, seus vinhos também são certificados como orgânicos

 

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Pin on Pinterest0Email this to someone


Fotos e vídeos

Épice - Importação | desenvolvido por: Pivot 08