Bodegas Muga

Espanha / Rioja

Ano de criação: 1932

Enólogo: Isaac Muga Palacin

Acesse: http://www.bodegasmuga.com


Desde 1932, quando foi fundada em Haro pelo casal Isaac Muga e Aurora Caño, as Bodegas Muga continuam nas mãos da mesma família. A segunda geração transformou o negócio de vinhos a granel em uma respeitada marca de tintos e brancos e, hoje, é a terceira geração que gere os destinos da vinícola. Seus vinhos são produzidos segundo a cartilha clássica e um dos trunfos da Muga é o domínio exemplar do carvalho, usado nas diferentes etapas de vinificação – todos os vinhos são fermentados em cascos de madeira confeccionados na própria bodega. Muga é a única vinícola espanhola com uma tanoaria particular na qual trabalham três tanoeiros e um cubeiro (profissional especializado em cubas de grande capacidade).

Em 200 hectares de vinhedos próprios em Rioja Alta, a família Muga cultiva apenas cepas autóctones – as tintas Tempranillo, Garnacha, Mazuelo e Graciano, e as brancas Viura e Malvasia. O microclima de influência mediterrânico, atlântico e continental e o solo predominantemente argilo-calcário propiciam a lenta e plena maturação das uvas, originando vinhos de caráter único. Muga conquistou grande reputação com seus tintos em estilo tradicional, especialmente com o Prado Enea Gran Reserva, maturado por 48 meses em carvalho. Trata-se de um vinho de guarda, uma das referências máximas de Rioja Gran Reserva, capaz de envelhecer por décadas. O crítico Eric Asimov, do The New York Times, descreveu-o como “uma alma gentil num mundo de fruta explosiva”, tamanha é a sua elegância. Muga também elabora tintos concentrados, de perfil mais moderno. O Torre Muga é tido como um dos “novos Rioja”, embora “mostre a rica fruta e estrutura dos vinhos clássicos e colecionáveis”, de acordo com a Wine Spectator. O Aro é um dos mais cultuados tintos espanhóis, sempre muito elogiado pela imprensa especializada.

Outro vinho célebre da Muga é o rosado, um corte de Garnacha, Viura e Tempranillo produzido nos mesmos moldes de há mais de 80 anos. Diferentemente da maior parte dos produtores da região, Muga sempre cultivou vinhas próprias para elaborar esse rosé de alta gama. É um dos rosados preferidos de Robert Parker. O crítico norte-americano também indica o Muga Branco como uma “boa compra”. Todos os vinhos desta casa são, sem exceção, grandes estrelas da região de Rioja.

Nesta vinícola de Rioja o cuidado na elaboração dos vinhos é tão minucioso que a empresa faz questão de manter uma tanoaria própria para confeccionar barricas sob medida – o que é uma raridade nos dias de hoje

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Pin on Pinterest0Email this to someone


Fotos e vídeos

Épice - Importação | desenvolvido por: Pivot 08